publicidade

Política

Conselho de Ética da Câmara decide adiar análise contra Eduardo Bolsonaro sobre AI-5

por Whaley Emmanoel no dia 05 de abril de 2021 às 17:10
Foto: Reprodução

O processo contra Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por declarações sobre o AI-5, foi adiado pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. O caso aconteceu em 2019, após o parlamentar comentar os protestos que ocorriam na América Latina e dizer que se a esquerda “radicalizar” no Brasil, uma das respostas seria “um novo AI-5”.

Após a declaração, o Psol, Rede, PT e PCdoB protocolaram representações no conselho por entenderem que houve quebra de decoro parlamentar. Os partidos pediram a perda do mandato do parlamentar.

O relator do processo, Igor Timo (Podemos-MG), votou pelo arquivamento da ação. Já o Psol fez o pedido de suspeição do relator por suposta relação de Igor com Eduardo Bolsonaro.

 

 

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar