publicidade

Brasil

Coari, no interior do Amazonas, registra sete mortes por falta de oxigênio

por Whaley Emmanoel no dia 19 de janeiro de 2021 às 17:50
Foto: Reprodução

Sete pessoas morreram por falta de oxigênio no Hospital Regional de Coari, no Amazonas. A cidade fica distante 450 quilômetros de Manaus, pela via fluvial.

Em nota, a prefeitura da cidade manifestou o seu completo desagrado e repúdio com a forma irresponsável que a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas está lidando com a saúde do interior.

“Por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem a público manifestar o seu completo desagrado e repúdio com a forma irresponsável que a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas está lidando com a saúde do interior, prejudicando todo o planejamento realizado pelo município de Coari para o enfrentamento da pandemia da Covid-19", diz a nota.

A prefeitura culpa a Secretaria de Saúde do Amazonas pela falta do oxigênio hospitalar.

“Desde a semana passada, em torno de 200 cilindros do Hospital Regional de Coari estão retidos pelo patrimônio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas. A maioria aguardando abastecimento, enquanto a outra parte foi distribuída para as Unidades Básicas de Saúde da capital”, diz a nota.

O Executivo municipal disse ainda que na segunda (18) o governo amazonense confirmou o envio de 40 cilindros de oxigênio para Coari, com previsão de entrega às 18h do mesmo dia, mas o voo contendo o material seguiu direto para a cidade de Tefé e ficou impossibilitado de retornar a Coari.

Na última semana, a rede de saúde do Amazonas colapsou por falta de oxigênio em hospitais. Diversas mortes foram registradas e mais de 40 pacientes foram transferidos para outros estados, com o intuito de aliviar a sobrecarga das unidades locais.

 

 

LEIA TAMBÉM:

Caicedo entra na justiça contra o Vitória e pede rescisão de contrato

 

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar