publicidade

Economia

Fechamento da Ford pode gerar baque anual de R$ 5 bilhões na economia da Bahia

por Redação Radar da Bahia no dia 14 de janeiro de 2021 às 11:10
Foto: Divulgação

O fim das atividades da Ford no Brasil pode gerar um baque anual de R$ 5 bilhões na economia baiana, o que equivale a 2% do PIB (Produto Interno Bruno) do estado.

O balanço é da SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia), que estima movimentação financeira direta e indireta gerada pelo complexo da montadora de veículos, de acordo com estudo realizado em 2019 pelo órgão de estudos econômicos e sociais ligado ao Governo da Bahia.

A levantamento da pasta indicou que a participação do setor automotivo na produção de riquezas na Bahia foi de 0,3% em 2019, mas, levando em conta os seus impactos indiretos em outros setores como comércio e serviços, a participação tende a ser muito maior.

O auge do setor automobilístico na Bahia aconteceu em 2006, quando chegou a 10,4% da indústria baiana. A indústria automotiva também vinha perdendo espaço na pauta de exportações do estado. Em 2018, o setor representou 6,2% de todas as exportações, patamar que caiu para 4,5% em 2019.

No ano passado, a participação foi de 2,1%. A cadeia automotiva da Bahia é a 5ª maior atividade industrial do estado. São 8.634 empregados diretos, o que significa uma massa salarial de R$ 515 milhões mais R$ 333 milhões em encargos sociais, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

 

 

LEIA TAMBÉM:

Paola Carosella deixa a TV Band após seis anos como jurada no Masterchef

Notícias: Economia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar