publicidade

Política

Seis parlamentares baianos estão na lista de "monitorados" do governo federal

por Antonio Neto no dia 21 de November de 2020 às 11:50
Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

A denúncia de que o Governo Federal autorizou o uso de dinheiro público para monitorar parlamentares da oposição e até mesmo aliados em suas redes sociais, mostrou que seis deputados baianos foram “vigiados”.

Nos relatórios que foram produzidos a pedido da Secretaria de Governo e da Secretaria de Comunicação em fevereiro,  constam os nomes de Afonso Florence (PT), Bacelar (PODEMOS), Dayane Pimentel (PSL), Daniel de Almeida (PCdoB), Jorge Solla (PT) e Pastor Sargento Isidório (Avante), todos deputados federais que atualmente se mostram contrários ao presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a publicação, o governo está preocupado com cada detalhe do que parlamentares e jornalistas publicam nas redes sociais, com um propósito que segue obscuro. O monitoramento dos parlamentares é diário. 

 

ENTENDA:

E PODE? Planalto usa dinheiro público para monitorar aliados, governistas e jornalistas

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar