publicidade

Entretenimento

CNN Brasil registra mais de 30 casos de coronavírus em 2 semanas

por Whaley Emmanoel no dia 26 de October de 2020 às 17:50
Foto: Divulgação

Um surto de covid-19 na sede da CNN Brasil levou a uma mobilização dos jornalistas e radialistas da emissora com o pedido de uma série de providência. Segundo o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, a empresa "tem ignorado a maior parte delas".

Segundo o colunista do UOL, Mauricio Stycer, durante uma assembleia virtual, os trabalhadores pediram que a direção da CNN testasse todos os trabalhadores, incluindo os terceirizados, e solicitaram ainda o afastamento imediato de todos que tiveram contato com pessoas infectadas.

Na denúncia, jornalistas e radialistas dizem acreditar que a sala de maquiagem usada por uma âncora que testou positivo para a doença tenha se tornado “um vetor de contaminação, fazendo com que a covid-19 tenha atingido ao menos dez apresentadores e analistas, além de maquiadores, camareiras e chefe do figurino. Daí o vírus espalhou-se para a redação, atingindo editores”.

Segundo os relatos, houve o registro de mais de 30 casos de profissionais infectados na redação do canal, em São Paulo, no intervalo de duas semanas. Publicamente, só foi divulgado que Gabriela Prioli, Leandro Karnal e Monalisa Perrone foram infectados pelo coronavírus.

Em nota, a emissora confirmou que o local pode ser responsável por espalhar a doença, mas garantiu que tomou uma série de medidas e que a situação já está controlada.

 

 

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro diz que juiz não pode decidir sobre obrigatoriedade de vacina para Covid-19

Notícias: Entretenimento

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar