publicidade

Economia

Governo 'bate cabeça' para definir verba que vai sustentar o Renda Cidadã

por Neison Cerqueira no dia 17 de October de 2020 às 08:30
Foto: Marcos Corrêa / PR

O governo do presidente Jair Bolsonaro está batendo cabeça para definir a verba que sustentará o novo programa social, o Renda Cidadã. O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (16) que vai desistir do novo programa social, caso seja necessário ultrapassar o teto de gastos públicos para mantê-lo. "Se você não consegue espaço fiscal para um programa melhor, nós voltamos para o Bolsa Família. É melhor nós voltarmos para o Bolsa Família do que tentarmos fazer uma loucura, uma coisa insustentável fiscalmente", disse Guedes.

A declaração foi dada durante uma transmissão ao vivo para mercado financeiro. A ideia inicial do governo é substituir o Bolsa Família com novo programa social, que incluiria mais beneficiários e teria um valor maior. A proposta inicial do novo programa social, no entanto, foi amplamente criticada por indicar como fontes de financiamento o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e precatórios. 

A nova proposta tem sido adiada e deve ser apresentada apenas após período eleitoral, em razão de divergências entre a equipe econômica e pela falta de apoio no Congresso. O projeto está em discussão desde setembro. O senador Márcio Bittar é o relator do projeto. 

 

LEIA TAMBÉM:

Moradores mostram e-mail de síndico que afirma que Bruno Reis usou dinheiro público para reformar quadra de condomínio

Notícias: Economia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar