publicidade

Mundo

Ação policial gera protestos na Colômbia; manifestação deixa 10 mortos e 360 feridos

por Neison Cerqueira no dia 11 de September de 2020 às 08:40
Foto: Federico Rios / REUTERS via Notícias Ao Minuto

Um protesto na última quarta-feira (9) que seguiu até a madrugada desta quinta (10), deixou 10 mortos e 360 feridos, em Bogotá e Soacha, na região metropolitana da capital. Dos 10 mortos, pelo menos sete eram jovens que foram mortos a tiros. A informação foi confirmada pela prefeita de Bogotá, Claudia López. 

O protesto é em reação a um vídeo que mostra o advogado Javier Ordóñez, 46, sendo imobilizado por policiais e atingido várias vezes por uma arma de choque do tipo "taser". Ordóñez, pai de dois filhos que trabalhava como taxista, teria resistido a uma ordem de prisão. 

Conforme a polícia, o advogado estava bebendo na rua com amigos, o que violaria as regras de distanciamento social impostas para combater o coronavírus. Já imobilizado, o advogado aparece em vídeo dizendo "por favor, parem" e "agente, eu lhe suplico". 

Logo, começam gritos de "assassinos", e pedras são atiradas contra os policiais. Inconsciente, Ordóñez foi arrastado do local e levado a uma delegacia antes de ser encaminhado a um hospital no distrito de Villaluz. Ele morreu. A família da vítima denunciou que os abusos continuaram no posto policial.

Carros e caminhões de lixo foram incendiados, e 56 delegacias, foram atacados. A prefeita da cidade informou ainda que 114 policiais e 248 civis ficaram feridos – 58 por armas de fogo. Setenta pessoas foram presas, a maior parte em Bogotá.

 

LEIA TAMBÉM:

Cinco alimentos que podem te dar dor de cabeça; saiba quais são

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar