publicidade

Política

Aras estuda descentralizar Lava-Jato e criar 4 grupos de trabalho distintos

por Antonio Neto no dia 31 de July de 2020 às 11:30
Foto: O Globo

Após diversas declarações e ações neste sentido na última semana, o procurador-geral da República, Augusto Aras, estuda dividir a força-tarefa da Operação Lava-Jato no MPF em quatro. 

Caso isso se torne realidade, Aras tiraria a liderança da operação das mãos do procurador Deltan Dallagnol.  O PGR tem que decidir até setembro de continua ou encerra a força-tarefa, mas nas últimas semanas passou a analisar a possibilidade de mudar o grupo de trabalho.

Hoje existe apenas um ofício, liderado por Dallagnol, o projeto de Aras criaria três outros para atuar na mesma área, o que descentralizaria o poder do procurador.  Em meio a isso, o lançamento de um edital para recrutar procuradores que queiram colaborar com as forças-tarefa da operação, que foi lançado na sexta passada (25), está nesse contexto. Mas há também a ideia de criar um órgão central para coordenar o trabalho das forças-tarefas espalhadas pelo país. 

 

LEIA TAMBÉM:

Proibição de transporte intermunicipal atinge 390 dos 417 municípios baianos

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar