publicidade

Esportes

Ex-presidente do Bahia é multado em R$ 1 milhão por recurso indevido contra o clube

por Whaley Emmanoel no dia 01 de July de 2020 às 15:50
Foto: Reprodução

O ex-presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, foi condenado, nesta terça-feira (30), a pagar aproximadamente  R$ 1 milhão por usar de forma indevida um recursos contra uma ação do clube que cobra R$ 44 milhões dele. Segundo o tricolor, as irregularidades foram cometidas de 2009 a 2013. 

"A pretensão do embargante no sentido de que esse juízo se manifeste sobre omissão e ou contradição inexistente é desprovida de fundamento plausível, traduzindo os presentes embargos de declaração como recurso utilizado em caráter manifestamente ilícito e com finalidade meramente protelatória", diz a juíza Maria Helena Peixoto Mega em sua decisão.

O vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, divulgou a decisão em seu Twitter. Um dos pontos citados no processo é a negociação do Fazendão e do CT Evaristo de Macedo. De acordo com o texto, uma auditoria feita nas contas do clube "descobriu diversos atos administrativos ilegais, inválidos e/ou em transgressões estatutárias absurdas que serão aqui desnudados, atraindo o dever de indenizar, na forma da legislação de regência".

Guimarães Filho comandou o clube de 2009 à 2013, quando foi destituído do cargo.

 

 

LEIA TAMBÉM:

Cobertura do CT do Marcílio Dias desaba após ciclone em Santa Catarina

Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar