publicidade

Mundo

Facebook sofre boicote de patrocinadores e perde mais de US$ 74 bilhões

por Whaley Emmanoel no dia 28 de June de 2020 às 14:30
Foto: Reprodução

Após uma série de empresas como a Unilever e a Coca-Cola afirmarem que vão suspender seus anúncios nas redes sociais, somente na sexta-feira (26), as ações do Facebook sofram uma forte desvalorização, despencando de US$ 235,68 para US$ 216,08 nos negócios da Bolsa eletrônica americana Nasdaq.

O boicote das marcas é um marco importante na escalada de esforços dos anunciantes para que as companhias tecnológicas façam mais esforços para impedir o discurso de ódio nas redes. 

A crescente lista de empresas que decidiram boicotar o Facebook já rende um prejuízo de mais de US$ 74 bilhões para Mark Zuckerberg.

Ja integram o movimento empresas como Levi’s, Coca-Cola, Honda, Unilever, Verizon, The North Face, Patagonia, REI e Ben & Jerry’s.

Todo mundo pediu ao Facebook para tomar medidas mais rigorosas para impedir que suas plataformas de mídia social sejam usadas para dividir nossa nação, anular os eleitores, incentivar e alimentar o racismo e a violência e minar nossa democracia”, escreveu a Ben & Jerry’s.

Gerando 98% de sua receita por meio de anúncios, o Facebook reagiu e informou que vai começar a marcar posts que violem as suas regras, bem como acrescentar um link informativo a postagens de campanha eleitoral nos EUA, direcionando os usuários a informações oficiais. 

 

 

LEIA TAMBÉM:

Protestos nos EUA deixa uma pessoa morta

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar