publicidade

Esportes

"Foi ruim ver", diz Bellintani sobre Bolsonaro usar camisa do Bahia

por Whaley Emmanoel no dia 14 de May de 2020 às 18:00
Foto: Reprodução

Em entrevista à rádio 'A Tarde FM', o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani declarou que apesar de não ter sido um momento bom para “expressar o amor pelo time”, não pode condenar o presidente nem impedir que ele vista a camisa.

"Naturalmente, foi ruim ver a camisa do Bahia relacionada ao momento dos 10 mil mortos, mas cada um usa a camisa do Bahia. Não posso condenar o presidente da república de jeito nenhum. Dentro da torcida do Bahia tem pessoas que votam em A, B e C. Não posso ficar aqui condenando pessoas especificamente. Tenho que lutar por causas. E é isso que o Bahia tem feito", declarou o presidente.

o último domingo (10), o presidente da república, Jair Bolsonaro, foi visto andando de jet-ski usando a camisa do Bahia, no momento em que o Brasil atingia 10 mil mortes por conta do novo coronavírus.

Bellintani também explicou o tipo de política que o Esquadrão adotou. Ele deseja que o clube seja reconhecido por boas notícias.

"A gente quer ser conhecido por notícias positivas e por enfrentamento dos problemas sociais graves. O Bahia escolheu a política afirmativa de combater problemas sociais graves, de defender causas humanitárias. Isso a gente tem feito sempre no combate ao racismo, no combate ao assédio, nas campanhas de reconhecimento de paternidade, na inclusão LGBT no futebol e na sociedade como um todo, no fim do preconceito. São causas que o Bahia defende arduamente. Causas humanitárias. A gente vai continuar defendendo, inclusive em relação ao coronavírus", afirmou.

 

 

LEIA TAMBÉM;

Diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, anuncia que deixará cargo em agosto

Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar