publicidade

Política

CADÊ, PRESIDENTE? Governo não publica auxílio emergencial de R$ 600 no Diário Oficial

por Neison Cerqueira no dia 02 de April de 2020 às 11:00
Foto: Reprodução via Jornal de Brasília

Apesar de ter sancionado o projeto, aprovado pelo Congresso, nesta quarta (1º), o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mentiu ao fazer tal afirmação, uma vez que o texto ainda não foi publicado (oficializado) no "Diário Oficial da União". Ou seja, na prática, a meida ainda não está valendo.

Nesta manhã de quinta-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro disse que vai enviar uma medida provisória (MP) para o Congresso antes de publicar a sanção do auxílio de R$ 600 mensais para trabalhadores informais. O auxílio é uma medida para amenizar os efeitos da pandemia de coronavírus na economia.

Bolsonaro disse o evio da MP vai garantir a legalidade do gasto extra, já que o auxílio sairá dos cofres do governo. Em seu argumento, o presidente explicou que o Congresso tem que avalizar a criação de novas despesas e apontar as fontes de onde sairá o dinheiro. "Assinei ontem [quarta], estava aguardando outra medida provisória, porque não adianta dar um cheque sem fundo. Tem que ter o crédito também", afirmou.

Aos jornalistas presentes no Planalto, ele afirmou que a MP deve sair nesta quinta. "Uma canetada minha errada é crime de responsabilidade, dá para vocês entenderem isso? Vocês querem que eu cave minha própria sepultura? Vocês querem que eu cave minha própria sepultura? Não vou dar esse prazer para vocês", completou o presidente.

Apesar da não publicação no Diário Oficial, o que validaria a MP, Bolsonaro disse que o operação para pagar o benefício está a "todo o vapor", com previsão de início dos repasses na próxima semana. "Está a todo o vapor, semana que vem começa a pagar", garantiu Bolsonaro.

O auxílio de R$ 600, que será pago por três meses, beneficiará 54 milhões de pessoas com um custo de R$ 98 bilhões. A MP que o presidente precisa publicar no 'Diário Oficial' deverá abrir o crédito extraordinário destes R$ 98 bilhões.

 

LEIA TAMBÉM:

CORONAVÍRUS: suspensão de visitas em unidades prisionais baianas é prorrogada

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar