publicidade

Brasil

168 policiais envolvidos em motim são afastados pelo governo cearense

por Antonio Neto no dia 22 de February de 2020 às 18:20
Foto: Divulgação

Após 88 mortes durante o motim dos agentes públicos de segurança do Estado do Ceará, o governo decidiu afastar 168 policiais militares que organizaram e participaram da paralisação, que vai se encaminhando para o seu sexto dia.

A decisão foi tomada neste sábado (22), pelo governador Camilo Santana (PT) e tem validade de 120 dias. Os agentes envolvidos não receberão salários já em fevereiro.  Os afastados também devem ser julgados pela Justiça Militar e sofrer punições pela Controladoria Geral de disciplina (CGD).

O secretário estadual de Segurança Pública do Ceará, André Costa, disse ao G1, que parte dos envolvidos no motim já foi identificada.  

 

LEIA TAMBÉM:

Advogados entram com ação contra condecoração dada por Bolsonaro ao filho

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar