publicidade

Política

PGR encaminha à 1ª instância investigação contra Bolsonaro por improbidade administrativa

por Daniel Serrano no dia 21 de January de 2020 às 08:50
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou à primeira instância do Ministério Público Federal (MPF) procedimento que investiga o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Saúde, Luiz Mandetta, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Aberto no ano passado através de uma representação feita pelo deputado federal Ivan Valente (PSOL/SP), o caso investiga supostas interferências indevidas na tramitação da Reforma da Previdência.

Em despacho, o vice-procurador-geral da República, José Bonifácio, encaminhou o procedimento à Procuradoria da República no Distrito Federal (PR-DF) para que seja ocorra a investigação no âmbito cível. O objetivo é verificar se houve improbidade administrativa.

Em relação à apuração criminal, situação em que cabe o foro privilegiado, o procedimento foi arquivado em julho do ano passado pela então procuradora-geral da República, Raquel Dodge. À época, ela disse que as informações fornecidas não eram suficientes para instaurar investigação formal na esfera criminal.

 

LEIA TAMBÉM: Mega Semana de Verão sorteia nesta terça-feira (21) prêmio de R$ 32 milhões

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar