publicidade

Política

PESQUISA: Bolsonaro, Lula e Moro dão o tom da disputa presidencial para 2022; confira

por Isabela Rocha no dia 06 de December de 2019 às 11:00
Foto: Marcos Corrêa/PR; Cristiano Mariz / Nacho Doce / Veja.com

A nova rodada de pesquisa eleitoral VEJA/FSB divulgada nesta sexta-feira (6), que traz o nome do ex-presidente Lula após ele ter deixado a prisão, mostra o petista empatado tecnicamente com o candidato Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça Sérgio Moro, no primeiro turno, das eleições em 2022.

Nos dois cenários, Lula tem 29% das intenções de voto, contra 32% dos dois adversários — a margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Na amostra anterior feita em outubro, com a inclusão de Lula, ainda preso, apenas em cenário de segundo turno, mostrava que o petista já era a maior ameaça ao bolsonarismo: ele possuía 38%, enquanto Bolsonaro tinha 46%. Na mesma simulação da nova pesquisa, ambos oscilam dentro da margem de erro: 40% para Lula e 45% para Bolsonaro. 

Por outro lado, a polarização espreme os candidatos de centro, que ostentam porcentuais longe de levá-los ao segundo turno — Ciro Gomes (PDT), Luciano Huck (sem partido), João Amoêdo (Novo) e João Doria (PSDB) chegam a perder para “nenhuma das alternativas” (veja o quadro ao lado). 

Com a possibilidade de Fernando Haddad ser de novo o candidato petista, já que Lula continua inelegível em razão da Lei da Ficha Limpa, existe uma esperança para outras candidaturas, já que o ex-prefeito tem a maior rejeição: ao todo, 60% não votariam nele de jeito nenhum — Lula tem 56%. 

Sérgio Moro é o que melhor aparece nesse quesito, com 35%, condição que ajuda o ministro a conseguir o feito de empatar numericamente com Bolsonaro no segundo turno e derrotar Lula com vantagem maior que a de seu chefe. Já o presidente é rejeitado por 48% do eleitorado, o que pode não ser empecilho à reeleição.

 

Foto: Reprodução / Veja.Com

 

LEIA TAMBÉM:

COMPLICADO! Ônibus seguem ser circular no final de linha da Sussuarana

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar