publicidade

Cidade

Salvador registra alta de mais de 80% dos casos de intolerância religiosa

por Daniel Serrano no dia 03 de December de 2019 às 10:10
Foto: Agência Brasil

Considerado um crime de ódio, a intolerância religiosa é comum no país e ferem tanto a Constituição quanto a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Em Salvador, houve um aumento de 81.4% no número de casos em 2019, se comparado ao mesmo período do ano passado.

De acordo com dados do Grupo Especial de Proteção aos Direitos Humanos e Combate à Discriminação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), foram registradas 127 denúncias até a última segunda-feira (2). O número, mesmo antes de o ano acabar, já supera em 57 casos os registros de 2018.

Ainda segundo o MP-BA, 90% das ocorrências atingem as religiões de matriz africana. No acumulado de 12 meses, até novembro, foram registrados 45 crimes contra este público, três atingiram religiões cristãs evangélicas, além de um registro de intolerância contra adeptos do islamismo e ateus.

 

LEIA TAMBÉM: Polícia identifica corpo da 257ª vítima da tragédia de Brumadinho

Notícias: Cidade

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar