publicidade

Brasil

OAS assina acordo de leniência e deve pagar R$1,9 bi ao governo em 28 anos

por Antonio Neto no dia 14 de November de 2019 às 16:30
Foto: Reprodução

O grupo OAS assinou um acordo de leniência junto a Corregedoria Geral da União (CGU) e a Advocacia Geral da União (AGU) onde pagará R$ 1,9 bilhão em 28 anos à partir de 2020. Nos primeiros 4 anos serão pagos R$ 2 milhões por ano. Somente no 11º ano, ou seja, em 2030 o valor subirá para 100 milhões anuais.

O objetivo do acordo foi, além de tornar o pagamento total mais fácil para empresa, fazer com que o grupo volte a ter lucro, além de recuperar a capacidade de fazer acordos com o governo federal.

A OAS foi uma das empresas mais investigadas pela operação Lava Jato. O grupo teria feito pagamento por vantagens indevidas e superfaturamento de obras nos estados da  Bahia, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.    

Léo Pinheiro ex-executivo da empresa, que atualmente cumpre pena em domicilio, foi a peça chave para a condenação do ex-presidente Lula, visto que seu depoimento ligou o político ao triplex do Guarujá.

 

LEIA TAMBÉM:

Prefeito de São Paulo receberá alta nesta quinta (14)

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar