publicidade

Brasil

Jovem afirma ter sido estuprada por policial em delegacia de SP: "Me obrigou a tocá-lo"

por Paulo Araújo no dia 22 de September de 2019 às 10:40
Foto: Solange Freitas/G1

Uma jovem de 23 anos acusa um policial civil de tê-la estuprado em uma delegacia na cidade do Guarujá, litoral de São Paulo. A informação é do G1.

Segundo a jovem, o abuso foi cometido quando ela compareceu à delegacia para desbloquear seu celular. O agente então pediu a senha do aparelho à vítima e acessou fotos íntimas que estavam no dispositivo.

"Ele entrou com o meu celular em uma sala, demorou alguns minutos e voltou, me chamando para entrar na sala", diz a jovem.

"Ele olhou algo pessoal sem a minha permissão. Me mostrou que olhou e começou a perguntar se eu aguentava ele, se eu queria prová-lo, fez eu passar a mão nele, isso tudo dentro da delegacia e eu fiquei sem reação", acrescentou.

Ainda segundo a jovem, o policial lhe disse palavras obscenas. "Eu pedia o celular e ele não devolvia. Falava coisas bem absurdas. Em um dos momentos, ele levou a minha mão até o pênis dele e falou: 'olha como está duro'. Fiquei assustada e quando consegui pegar o celular e sair, ele ainda passou a mão em mim", relatou.

"Eu acho que um cara desse jamais deveria estar em uma posição de policial. Em uma delegacia onde vamos atrás de segurança, da preservação dos nossos direitos, e acontecer algo assim, é muito complicado", acrescentou a vítima.

Ela conta que foi encorajada por uma amiga a denunciar a conduta do policial. O caso aconteceu em maio e, após uma longa espera, foi para uma Corregedoria. "Eu não calei e não vou me calar. Claro que estou com medo, mas quando policiais fazem isso com nós mulheres, não podemos nos calar, temos que ter coragem e encarar. Porque o jeito que ele agiu comigo foi totalmente natural, como se ele estivesse na sala da casa dele e eu não conseguia sair lá de dentro", disse a jovem. O policial nega as acusações.

 

LEIA TAMBÈM:

Em jogo polêmico, Bahia perde para o Corinthians

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar