publicidade

Mundo

Técnico de segurança morre após relação sexual e Justiça considera como acidente de trabalho; entenda

por Paulo Araújo no dia 13 de September de 2019 às 11:05
Foto: IMAGEM ILUSTRATIVA: Rovena Rosa / Agência Brasil

Imagine o seguinte cenário: um homem viaja a trabalho, passa na casa de uma mulher, faz sexo com ela e depois morre de ataque cardíaco. Para a Justiça da França, o roteiro configurou um acidente de trabalho. A informação é do G1 com informações do The New York Times.

O homem identificado como Xavier, viajou como técnico em segurança de uma companhia de trens do país. A seguradora entrou com uma ação na Justiça alegando acidente de trabalho. A empresa de trens, por sua vez, disse que o funcionário escapuliu do trabalho para fazer sexo com uma mulher.  O caso foi divulgado na última semana.

Entretanto, como não conseguiu comprovar que o homem deveria estar trabalhando no horário em que visitou a mulher, a empresa foi condenada pela Justiça da França a pagar a indenização. O falecimento ocorreu em 2013.

 

LEIA TAMBÉM:

HOLOFOTE: Najila em 'A Fazenda'? Modelo teria cobrado R$ 500 mil para participar de reality

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar