publicidade

Mundo

Bolsonaro é pauta negativa em encontro do G7 após comentário feito sobre Brigitte Macron

por Isabela Rocha no dia 09 de September de 2019 às 18:30
Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro foi criticado nos bastidores das negociações do G7, realizado entre 24 e 26 de agosto em Biarritz, na França, após o comentário feito pelo chefe do Palácio do Planalto sobre primeira-dama francesa, Brigitte Macron. As informações são do jornal O Globo.

As imagens foram divulgadas por um canal de TV, e o presidente francês Emmanuel Macron aparece criticando Bolsonaro em uma conversa com o presidente do Chile, Sebastián Piñera. Os dois estavam acompanhados da chanceler alemã Angela Merkel.

A conversa ocorre no segundo dia da cúpula do G7, logo depois de uma entrevista coletiva de Macron e Piñera, na qual o presidente francês criticou o comentário sobre sua mulher, dizendo que ele foi “triste” para os brasileiros, uma “vergonha” para as mulheres brasileiras e “extremamente desrespeitoso” .

No início do vídeo, Piñera, um dos mais fortes aliados de Bolsonaro na América do Sul, comenta a ofensa do brasileiro chamando-a de “inacreditável”. “Claro, eu tinha de reagir. Você entende?”, diz Macron ao presidente chileno, que concorda com a afirmação. “Eu queria ser pacífico. Queria ser correto, construtivo com o cara [Bolsonaro] e respeitar sua soberania. Tudo bem. Mas eu não poderia aceitar isso”, completou. Em seguida, a chanceler Angela Merkel se aproxima dos dois e mostra que concorda com a última frase de Macron: “Não”.

O CASO

Bolsonaro havia comentado em uma foto, no Facebook, em que o internauta compara a aparência de sua esposa, Michelle Bolsonaro, com a de Brigitte, mais de 30 anos mais velha. “Não humilha, cara”, escreveu o presidente. A mensagem foi alvo de críticas e criou desavenças entre os países.

 

LEIA TAMBÉM:

Homem é agredido com pauladas em Sussuarana; vítima está internada no HGE

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar