publicidade

Polícia

"Estou diante de tentativa de homicídio duplamente qualificado", afirma promotor do caso Cayan

por Redação Radar da Bahia no dia 11 de July de 2019 às 16:46
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O promotor de Justiça Davi Gallo ouviu na tarde desta quarta-feira (10) a versão do jovem Cayan Santana, sobre as agressões a que foi submetido depois do jogo entre Brasil e Argentina, no último dia 3 de julho.

“Aguardo a doutora concluir o procedimento e me encaminhar. Estou legitimado a atuar no caso, hoje ouvi oficialmente a vítima. Ainda tem prova para ser encaminhada, mas posso dizer, diante do que já tenho: estou diante de uma tentativa de homicídio duplamente qualificado, sem qualquer sombra de dúvida. A polícia só investiga, mas creio que a tipificação [da polícia] não seja diferente”, disse o promotor do Ministério Público.

Um dos suspeitos de ter agredido Cayan, Guilherme Machado, de 21 anos, já foi ouvido pela polícia e alegou que Cayan bateu em um adolescente que estava com ele. Na saída, segundo a versão de Guilherme, ele teria tentado tirar satisfações com Cayan. A vítima foi agredida por várias pessoas e sofreu traumatismo craniano.

 

LEIA MAIS:

Ex 3 de Copas do Baralho do Crime é flagrado com armas e carro blindado

Notícias: Polícia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar