publicidade

Esportes

FIFA divulga permissão para que árbitro encerre partida em caso de racismo

por Paulo Araújo no dia 11 de July de 2019 às 14:50
Foto: TInga foi vítima de racismo em jogo da Libertadores / Reprodução/TV Globo

A FIFA divulgou nesta quinta-feira (11), o novo Código Disciplinar da entidade, que carrega mudanças sobre como abordar o tema racismo e discriminação no futebol. A informação é do Estadão Conteúdo.

O novo documento permite que árbitros encerrem partidas em que torcedores estejam fazendo manifestações racistas e preconceituosas.

Para isso, o árbitro terá que cumprir um protocolo de três etapas que inclui solicitar um aviso público para que os torcedores suspendam as manifestações preconceituosas, interromper parcialmente o jogo até que a situação seja resolvida e, em último caso, encerrar o jogo. A equipe à qual pertencer os torcedores preconceituosos será penalizada com a derrota na partida. 

Além disso, jogadores que cometerem injúrias raciais em campo terão a pena aumentada de cinco para dez partidas. A entidade também criará painéis de juízes para ouvir denúncias de racismo e discriminação. O novo Código Disciplinar da FIFA vale para as competições oficiais da entidade, como as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

 

 

LEIA MAIS:

Setor hoteleiro de Salvador registra alta em junho de 2019



Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar