publicidade

Política

Ameaçada de ser expulsa do PDT, Tabata Amaral disse que votou com convicção

por Nangel Santana no dia 11 de July de 2019 às 10:55
Foto: reprodução

Ameaçada de expulsão do PDT por votar a favor da reforma da Previdência, a deputada Tabata Amaral (SP) disse que não vendeu seu voto e que o "sim" às mudanças não significam um "sim" ao governo Jair Bolsonaro, tampouco um "não" à orientação do partido.

O PDT fechou questão contra a reforma, mas oito deputados declararam voto a favor. Cotada para disputar a prefeitura de São Paulo pelo PDT, Tabata disse não ter preocupação com a eleição municipal de 2020.

"A reforma que hoje votamos não pertence mais ao governo; ela sofreu diversas alterações feitas por esse mesmo Congresso. O sim que digo à reforma não é sim ao governo e também não é um não a decisões partidárias", disse. "Meu voto é um voto de consciência, não é um voto vendido, não é por dinheiro de emendas. É um voto seguindo minhas convicções e tudo que estudei até aqui. Ao tomar essa decisão olho para o futuro do País e não para o próximo processo eleitoral."

Ela divulgou em redes sociais um vídeo em que lê discurso afirmando lutar pelos mais pobres. "Não é fácil, não é cômodo escolher esse caminho, mas é absolutamente urgente e necessário", afirmou A parlamentar disse que teve coragem de tomar uma decisão "dolorosa" e que o regime de previdência atual "tira dinheiro de quem menos tem e transfere para os mais ricos". 

"Ela aumenta a desigualdade do Brasil em um quinto e é impasse para o desenvolvimento do País", disse a deputada. "Ser de esquerda não pode significar ser contra um projeto que, de fato, pode tornar o Brasil mais desenvolvido e mais inclusivo. Damos um primeiro passo, aquele que é possível para que a gente possa voltar a crescer de forma fiscalmente responsável para então distribuir renda."

 

 

 

SAIBA MAIS: 

PDT afirma que vai expulsar Tabata Amaral se ela votar a favor da reforma da Previdência

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar