publicidade

Radar Cidadão

Moradora denuncia poluição sonora e funcionamento irregular de bar no Candeal

por Neison Cerqueira no dia 27 de June de 2019 às 12:10
Foto: Ilustrativa

Imagine você estar em casa em pleno final de semana, curtindo sua família, descansando, mas não consegue dormir por conta de um som alto... imaginou? Pois bem! Quem passa por essa situação são os moradores da rua Pedro Alcântara, na região do Candeal, no bairro de Brotas. A denúncia recebida pelo site Radar da Bahia é de uma moradora do local.  

Em contato com o site, a moradora Marli Alves denuncia o bar de um vizinho. "O som alto do estabelecimento tira o sossego não só meu, como o de outros moradores do local. A poluição sonora vai até depois das 22h todos os dias", contou, acrescentando que a situação ocorre de sexta à domingo, inclusive nos feriados. "Ele não tem alvará para o funcionamento do bar ali", disse.

Segundo ela, o som alto vai até 3, 4h da manhã. Por conta disso, a família fica impossibilitada de dormir devido ao barulho. "[preciso] Voltar a dormir tranquila com meus filhos, minha filha pequena reclama muito [do som alto]", relatou. 

O bar é de propriedade de Marcos - prenome informado pela denunciante - e funciona na própria casa. Marli contou ainda que, além do barrulho sonoro, os moradores sofrem com a dificuldade de passagem no local, pois segundo ela, Marcos preenche a rua de cadeiras, bloqueando o acesso no local. "Já fiz várias denúncias para os órgãos responsáveis e até o momento nenhuma providência foi tomada", explicou.

Outro ponto citado por ela foi a questão da insegurança no local, pois, conforme a denúncia, ela disse "temer pela segurança", uma vez que "já aconteceu brigas" no estabelecimento. Marli afirmou já ter dado queixa na Superintendência de Controle e Ordenamento do Solo do Município (Sucom), orgão ligado a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e na delegacia do bairro, mas não obteve sucesso. Contou também que possui protocolos de entrada nos respectivos órgãos, mas até o momento nada foi feito.

O Radar da Bahia entrou em contato com a Sedur e a Semop e aguarda retorno dos órgãos. 

 

LEIA TAMBÉM:

Ministro da Educação faz piada com apreensão de cocaína e é criticado nas redes sociais

 

 

 

Notícias: Radar Cidadão

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar