publicidade

Saúde & Bem Estar

ATENÇÃO! Casos de infarto em jovens tem aumentado, afirma estudo

por Paulo Araújo no dia 24 de April de 2019 às 13:00
Foto: Reprodução/iStock

Muitas pessoas acreditam que problemas cardíacos só acometem quem já passou dos 40, entretanto, um estudo da Universidade de Havard (EUA), aponta que o número de jovens que sofrem infarto antes dos 40 anos de idade, cresce 2% a cada ano. A informação é do Uol.

O estilo de vida e predisposições genéticas estão diretamente associadas a episódios de infarto na juventude. Estresse, tabagismo, má alimentação, sedentarismo e abuso de álcool e drogas favorecem o aparecimento de problemas cardiovasculares em jovens.

Quem usa cocaína, por exemplo, tem 20 vezes mais chance de sofrer um infarto na primeira hora após o consumo da droga ou de seus derivados. Isso porque as substâncias presentes em drogas feitas a partir da coca, aceleram o coração, aumentam a pressão arterial e comprimem os vasos. Uma única experiência com a droga pode significar um passo para a morte. Um em cada quatro jovens que sofrem infarto fizeram uso da droga ou de derivados.

Entretanto, os jovens que se recuperam de um infarto tendem a ter uma reabilitação mais rápida, já que outros órgãos, como pulmão e rins ainda não sofreram o envelhecimento e funcionam bem. Contudo, o tempo entre um ataque e o socorro é fundamental. A primeira hora após um infarto pode determinar se o paciente vive ou morre. 

 

LEIA MAIS:

Remédio contra doença rara entra para lista de medicamentos do SUS

Notícias: Saúde & Bem Estar

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar