publicidade

Brasil

Justiça nega novo habeas corpus a João de Deus

por Bernardo Rego no dia 12 de February de 2019 às 16:00
Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nesta segunda-feira (11), o Tribunal de Justiça de Goiás indeferiu o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus. Ele foi denunciado por abuso sexual e posse ilegal de armas.

O pedido negado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal diz respeito apenas ao processo a que o médium responde por manter, em uma de suas residências, em Abadiânia, uma pistola; três revólveres, um deles com numeração raspada, e munição.

“Ficou demonstrada a gravidade do crime, e a medida se faz necessária e adequada para a garantia e a manutenção da ordem pública. Por esta razão, estou revogando os efeitos da liminar e denegando a ordem prejudicada”, enfatizou o desembargador.

O advogado de Faria, Alberto Toron, antecipou a jornalistas que vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Entendemos que esta prisão, na linha do que já havia sido decidido pelo desembargador plantonista, é absolutamente injusta”, afirmou o advogado, sustentando que a prisão preventiva de João de Deus é uma espécie de punição antecipada", destacou. 

As informações são da Agência Brasil. 

 

LEIA TAMBÉM:

INVESTIGAÇÃO! Candidata 'laranja' do PSL é chamada para depor na Polícia Federal

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar