publicidade

Mundo

Maduro rechaça intervenção militar e afirma que seguirá no poder

por Paulo Araújo no dia 12 de January de 2019 às 13:33
Foto: Reprodução/Reuters

O contestado presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta sexta-feira (11) que não deixará o poder. A fala foi dada depois do presidente da Assembleia Nacional, parlamento formado por opositores de Maduro, pedir uma intervenção militar para tirar Maduro do poder. A informação é da Agência EFE.

"Lá eles fazem o seu show, o seu jogo e seu escárbio, porque zombam do seu próprio povo. Aqui nós (continuamos) com o nosso trabalho, temos muito trabalho a fazer. Continuarei cumprindo as minhas funções, para as quais vocês me elegeram, com firmeza, com coragem",  afirmou Nicolás Maduro a jornalistas.

Maduro tomou posse para o segundo mandato presidencial nesta quinta-feira (10) sob forte indignação internacional. Brasil, Peru e Estados Unidos já afirmaram que não reconhecem a legitimidade do presidente venezuelano.

 

LEIA MAIS:

Bolsonaro celebra General Villas Bôas no governo: "Seja bem-vindo"

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar