publicidade

Política

Novo comandante do Exército pede que militares fiquem de fora da reforma da Previdência

por Débora Oliveira no dia 11 de January de 2019 às 13:01
Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (11), o novo comandante do Exército, general Edson Pujol, em uma entrevista concedida ao final da cerimônia na qual assumiu o comando do Exército, defendeu que os militares fiquem de fora da reforma da Previdência que deve ser apresentada pelo governo Jair Bolsonaro. 

"Olha, a nossa intenção como comandante do Exército, é que não devemos modificar o nosso sistema, se perguntarem a minha opinião como comandante do Exército", ressaltou Pujol aos jornalistas no início da tarde desta sexta.

O comandante do Exército relembrou que os militares não integram o regime de Previdência Social, que engloba servidores e trabalhadores da iniciativa privada.

"Há uma confusão muito grande. O Exército brasileiro, as Forças Armadas, não fazem parte do sistema de Previdência Social. Isso está na Constituição. Há uma separação. Tudo o que se fala a respeito de Previdência Social não se refere ao militares. Esse é o primeiro princípio legal que nós temos que pensar. O resto é pensar qual é a disposição do governo em mudanças nisso aí. Mas tem que passar primeiro pela Constituição", enfatizou.

 

LEIA MAIS

TRAGÉDIA! Acidente de ônibus com turistas deixa sete mortos em Cuba

 

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar