publicidade

Economia

Governo autoriza acordo entre Boeing e Embraer

por Neison Cerqueira no dia 10 de January de 2019 às 18:53
Foto: Isac Nóbrega/PR

O tão esperado acordo de fusão envolvendo a Boeing e a Embraer foi autorizado nesta quinta-feira (10) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Esse é o segundo grande acordo do setor aéreo em 9 meses. Em outubro do ano passado, a Airbus comprou metade do programa de aviões de médio alcance da Bombardier.

A companhia norte-americana deterá 80% da divisão de aeronaves comerciais da fabricante brasileira, que ficará com os 20% restantes. Após reunião com ministros e representantes da Aeronáutica, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou que não vetará a fusão da Embraer com a Boeing. Em nota, o Palácio do Planalto confirmou a informação. Veja o informe da Presidência:

"Em reunião realizada hoje com o Exmo. Sr. Presidente Jair Bolsonaro, com os Ministros da Defesa, do GSI, das Relações Exteriores, da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações; e representantes do Ministério da Economia e dos Comandos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica foram apresentados os termos das tratativas entre EMBRAER (privatizada desde 1994) e BOEING.

O Presidente foi informado de que foram avaliados minuciosamente os diversos cenários, e que a proposta final preserva a soberania e os interesses nacionais.

Diante disso, não será exercido o poder de veto (Golden Share) ao negócio.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República".

 

LEIA TAMBÉM:

AMBIÇÃO! Adolescente de 16 anos mata o tio para ficar com herança

Notícias: Economia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar