publicidade

Saúde & Bem Estar

Anvisa aprova novo tratamento para linfoma agressivo

por Débora Oliveira no dia 27 de December de 2018 às 15:40
Foto: Reprodução

Um novo medicamento para tratar linfoma de células do manto (LCM), um tipo de câncer agressivo e raro no sistema linfático que afeta até 65 pessoas em cada 100 mil pessoas, foi aprovado pela  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A detentora do registro é a empresa AstraZeneca do Brasil Ltda.

Denominado Calquence (acalabrutinibe), o produto é indicado para pacientes adultos que tenham recebido pelo menos um tratamento prévio para a doença. De acordo com o órgão, o fármaco será comercializado na forma de cápsula gelatinosa dura, na concentração de 100 mg, para uso duas vezes ao dia. 

Em nota, a Anvisa informou que a eficácia do medicamento foi demonstrada em um estudo com 124 pacientes LCM recidivado ou resistente que não conseguiram obter resultados com a terapia anterior. 

"No acompanhamento mediano de 15,2 meses, 80,6% dos pacientes tiveram resposta completa ou parcial e 39,5% alcançaram resposta completa com o tratamento. Aos 12 meses, o percentual de pacientes com resposta completa ou resposta parcial, e que ainda estavam em recuperação, foi de 72,1%", informou a agência.

 

LEIA MAIS

Gracyanne Barbosa é hospitalizada com infecção na mama

 

Notícias: Saúde & Bem Estar

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar