publicidade

Saúde & Bem Estar

Pesquisa aponta que leite materno pode impedir bebês de contraírem doença fatal

por Bernardo Rego no dia 13 de December de 2018 às 13:50
Foto: © DR

Um estudo publicado pela revista Early Human Development aponta que uma em cada três mulheres é portadora de uma bactéria capaz de provocar a infecção mortal nos recém-nascidos, porém um açúcar natural encontrado no leite de cerca de metade da população feminina pode ser capaz de bloquear o impacto dessa bactéria prejudicial.

A pesquisa concluiu que os bebês amamentados cujas mães tinham o açúcar protetor no seu leite apresentavam uma maior chance de combater naturalmente a bactéria da meningite cerca de 90 dias após o nascimento.

O líder do estudo, o médico Nicholas Andreas, disse ao jornal britânico The Telegraph que “apesar da pesquisa ainda se encontrar na sua infância demonstra a complexidade do leite materno, e os benefícios que poderá ter para a saúde do bebê”, disse.

“Cada vez mais, as pesquisas sugerem que os açúcares presentes no leite materno podem ajudar a proteger o recém-nascido contra infecções, além de aumentarem a presença das chamadas ‘boas’ bactérias no trato intestinal dos bebês”, destacou.  

Os cientistas esperam que a descoberta possa levar à criação de suplementos à base de leite materno para as mães que não contenham o tipo de açúcar protetor.

LEIA TAMBÉM:

Após denúncias contra João de Deus, Oprah Winfrey deleta vídeo com médium: 'Espero que justiça seja feita'

Notícias: Saúde & Bem Estar

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar