publicidade

Política

Presidente do Senado se defende e nega que Casa aprove "pautas bombas"

por Neison Cerqueira no dia 08 de November de 2018 às 18:28
Foto: Daniel Ferreira / Metrópoles

Na manhã desta quinta-feira (8), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), usou o microfone do plenário, se defendeu e negou que a Casa seja responsável pela aprovação das chamadas “pautas bombas”, matérias que contribuem para aumentar o rombo orçamentário do governo. “Não estamos aqui fazendo pautas bombas para qualquer outro governo”, disse. 

No momento de sua fala, Eunício caminhava para aprovar a MP 843 que cria o Rota 2030, com incentivos fiscais para o setor automobilístico. “Não estamos aqui ampliando incentivos, estamos reduzindo em 40% os incentivos fiscais que hoje já existem no Nordeste”, disse. “A pauta bomba que estamos fazendo é dar oportunidade para que o governo tenha recursos para ajudar no desenvolvimento do país”, completou.

Na quarta-feira (7/11), os senadores aprovaram o reajuste de 16,38% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e dos membros da Procuradoria-Geral da República (PGR). Considerado o teto do funcionalismo, a remuneração passará de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil mensais. 

 

LEIA TAMBÉM: 

Homem é preso após assalto a ônibus, em Salvador

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar