publicidade

Política

“Aprovar Previdência em 2018 será ótimo, mas se não der não é o fim do mundo”, diz secretário

por Débora Oliveira no dia 08 de November de 2018 às 17:15
Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (8), o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, defendeu que será "ótimo" se algum item da reforma da Previdência Social for aprovado ainda neste ano, mas caso  porém não seja possível ‘não é o fim do mundo’.

"Se conseguir fazer algo esse ano, ótimo. Mas se não conseguir, não é o fim do mundo. O importante é aprovar no próximo ano, porque sem aprovar reforma da Previdência não haverá ajuste fiscal no Brasil", declarou Mansueto.

A reforma foi apresentada via Proposta de Emenda à Constituição (PEC), o que exige a aprovação de três quintos dos parlamentares (308 votos na Câmara e 49 no Senado). O presidente eleito Jair Bolsonaro, contudo, avaliará com aliados como aprovar itens que não alterem a Constituição, o que exige menos votos.

Mansueto deu a declaração ao deixar o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, onde funciona o gabinete de transição de governo. 

LEIA MAIS

Ministro Marco Aurélio classifica aumento para magistrados do STF como 'inoportuno'

 

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar