publicidade

Brasil

REVIRAVOLTA! Testemunha nega estupro e diz que Daniel foi convidado a fazer sexo com esposa de suspeito

por Paulo Araújo no dia 08 de November de 2018 às 12:13
Foto: Reprodução

Uma nova testemunha do caso Daniel fez afirmações surpreendentes que contradizem as versões dadas pela família Brittes. Em entrevista ao portal Massa News, do Paraná, a testemunha afirmou que o jogador foi convidado pelo empresário Edison Brittes a ter relações com sua esposa, Cristiana Brittes.

"Ele disse que estava muito louco, que convidou Daniel para dormir com a mulher dele. Ele sabia, a mulher também, foi um acordo. E depois que ele viu que realmente os dois estavam juntos na cama ele se revoltou e resolveu matar Daniel", afirmou a testemunha, referindo-se a Edison.

O homem que não teve o nome divulgado, afirmou que Edison admitiu ter usado cocaína e drogas sintéticas. "A família tem direito de saber que Daniel não tentou estuprar ninguém, ele realmente foi inocente na história", completou.

Daniel foi encontrado morto no último dia 27 de outubro em uma região de mata em São José dos Pinhais, cidade próxima a Curitiba, no Paraná. Edison confessou o assassinato, mas alegou ter agido após presenciar uma tentativa estupro por Daniel contra sua esposa, Cristiana Brittes.

LEIA MAIS:

Jovem de 22 anos é executado dentro de casa em Teixeira de Freitas

Notícias: Brasil

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar