publicidade

Esportes

"É deficitário"! Campeonatos estaduais não serão mais transmitidos pela Globo a partir de 2020

por Isabela Rocha no dia 08 de November de 2018 às 06:55
Foto: Reprodução

Tudo indica que os principais Campeonatos Estaduais estão próximos de terem suas transmissões televisivas pela TV Globo encerradas. Isso porque a rede investe quase R$ 200 milhões de reais por ano nestas competições. A novidade foi divulgada pelo atual presidente do Conselho Deliberativo do Atlético Paranaense, Mário Celso Petraglia. Segundo ele, a partir de 2020 não terá mais transmissão da Globo nos estaduais.

“Quero adiantar pra vocês. A partir de 2020 a Globo não financiará, não comprará, nenhum campeonato estadual. O último é o próximo (2019). A Globo não quer mais campeonatos estaduais. É deficitário. Ela quer antecipar o calendário do Brasileirão para fevereiro e vender pay-per-view e publicidade do Brasileiro”, afirmou o dirigente do Atlético Paranaense à rádio Transamérica do Paraná.

Ainda na entrevista, Mario Celso Petraglia disse que não é a favor do término dos estaduais, mas ele acha que esse tipo de competição tem que acontecer no ano inteiro.

“Não pode acabar, tem que mudar. O Estadual tem que ser feito o ano inteiro e buscar outras alternativas de financiamento. Não podemos ficar refém eternamente da TV, ao gosto do grande patrocinador do nosso futebol. Então temos que ter Estaduais o ano inteiro, porque não podemos acabar com os clubes menores. Temos 650 clubes profissionais no Brasil. Essa é a base do nosso futebol”, afirmou Petraglia.

O diretor de direitos esportivos do Grupo Globo, Fernando Manuel Pinto, também já havia revelado ao site Lance! que não é a favor do fim dos estaduais.

“Quando entramos nesse debate, temos que reconhecer também os pontos fortes do Estadual. Tem tradição, de fato geram jogos emblemáticos, mas da mesma maneira que tem pontos fortes, tem que ver os desafios que a manutenção acaba impondo. Se me perguntar se sou a favor do fim dos estaduais, digo que não. Não a curto ou médio prazo por questões comerciais. Defendo um reposicionamento”, disse Fernando.

 

LEIA TAMBÉM:

Idosa de 70 anos é atacada com seringa em Amargosa

Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar