publicidade

Mundo

“Avião da Lion tinha erros no controle de voo antes de cair na Indonésia”, diz diretor

por Débora Oliveira no dia 07 de November de 2018 às 16:50
Foto: Reprodução

O diretor do Comité Nacional de Segurança nos Transportes (KNKT), Soerjanto Tjahjono, disse nesta quarta-feira (7), que já tinham detectado erros no sistema de controle de voo do avião da Lion Air antes de a aeronave cair, no dia 29 de outubro, no Mar de Java, matando as 189 pessoas a bordo. 

Tjahjono, relatou que os sensores do Boeing 737 MAX 8 que calculam o ângulo de ataque registraram uma diferença de 20 graus entre os dois lados do avião durante o voo anterior ao do acidente, entre Denpasar e Jacarta.

"Os pilotos realizaram alguns procedimentos e finalmente conseguiram resolver o problema e pousar em Jacarta", disse Soerjanto em comunicado, acrescentando que os dispositivos foram substituídos antes de voar novamente.

Segundo o diretor, o "êxito dos pilotos em conduzir o avião com os problemas técnicos" naquele voo fundamentou uma série de recomendações que foram enviadas à Boeing para transmitir às outras companhias aéreas.

O voo JT610 da companhia Lion Air caiu no mar 13 minutos depois de decolar de Jacarta com destino a uma ilha vizinha e logo após o piloto pedir para retornar ao aeroporto na capital indonésia.

A Lion Air admitiu problemas técnicos no penúltimo voo, referindo ainda que foram resolvidos antes da decolagem, enquanto o Ministério dos Transportes informou que o avião passou por todas as inspeções e tinha os certificados em ordem.

O Ministério começou uma "auditoria especial" à Lion Air e ordenou a inspeção dos dez Boeing 737 Max 8 que são operados pela companhia aérea de baixo custo que pertence à companhia nacional Garuda Indonésia.

LEIA MAIS

Marina e Ciro anunciam parceria na oposição ao governo de Bolsonaro

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar