publicidade

Mundo

ELEIÇÕES 2018: líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, contesta Bolsonaro: ‘Diz coisas extremamente desagradáveis’

por Paulo Araújo no dia 11 de October de 2018 às 12:12
Foto: Reprodução

 

A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen afirmou em uma entrevista ao canal de TV France 2, nesta quinta-feira (11), que não considera Jair Bolsonaro (PSL), um candidato de extrema direita.

Ao ser questionada sobre o sucesso do militar reformado no primeiro turno das eleições, Le Pen atribuiu à violência no Brasil. "É uma criminalidade endêmica que atinge a liberdade dos brasileiros e, diante da tolerância do governo anterior, os brasileiros lançaram o alerta de que a segurança é uma prioridade para eles", disse, comparando os 700 homicídios anuais na França contra os 60 mil registrados no Brasil.

Acerca das declarações de Bolsonaro sobre gays e mulheres, Le Pen concluiu que Bolsonaro não representa a extrema direita. "Não vejo o senhor Bolsonaro como um candidato de extrema direita, ele diz coisas extremamente desagradáveis que são intransponíveis na França, são culturas diferentes. Desde que um candidato fala coisas desagradáveis, na França ele é catalogado de extrema direita", respondeu Le Pen.

 

LEIA MAIS:

Selena Gomez é internada em clínica psiquiátrica após "surto emocional"

 

 

Notícias: Mundo

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar