publicidade

Polícia

Filha de Moa Katendê presta depoimento no DHPP e diz que desculpa não trará o pai de volta

por Neison Cerqueira no dia 10 de October de 2018 às 19:12
Foto: João Souza / G1

Na tarde desta quarta-feira (10), a filha do Meste Moa do Katendê, morto a facadas após discussão política na madrugada da última segunda-feira (8), prestou depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Salvador.

Somanali Costa falou com a imprensa antes de ser ouvida e pediu por justiça. “A gente espera que a justiça seja feita, porque ele [suspeito] tirou a vida de um pai de família, um inocente”, disse Simonali. Simonali disse ainda que Moa não era uma pessoa de briga. “Meu pai não tinha envolvimento em confusão nenhuma, se fizer uma sindicância no bairro em que ele morava, vai ver o grande homem, o mestre de capoeira, mestre Moa do Katendê. Ele só queria educar as pessoas, trabalhar com os alunos dele”, disse emocionada. 

E continuou: “Desculpa não vai trazer a vida de meu pai de volta, não vai formalizar aquela família, que estava bonita. Uma felicidade que a gente estava”, completou. Também estiveram presentes na sede do DHPP um grupo de 13 capoeiristas, amigos de mestre Moa. Lá, eles ecoaram cantos de capoeira, pediram justiça e homenagearam a vítima.

 

SAIBA MAIS: 

Militante negro Moa do Katendê é morto após criticar Bolsonaro

URGENTE! Suspeito de ter assassinado Moa do Katendê é preso

Simpatizante de Bolsonaro admitiu que discussão eleitoral foi o motivo para matar Moa do Katendê

"Meu pai era meu tudo", diz filha de capoeirista assassinado a facadas depois de discussão sobre política

Suspeito de assassinar Moa do Kantendê tem prisão preventiva decretada

Notícias: Polícia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar