publicidade

Esportes

Respiro na tabela e retrospecto de G4 no segundo turno: Carpegiani completa um mês à frente do Vitória

por Paulo Araújo no dia 14 de setembro de 2018 às 10:32
Foto: Reprodução

Há exatos 1 mês, Paulo César Carpegiani assumia o comando do Vitória com a difícil missão de evitar um rebaixamento que parecia certo. A torcida estava cabisbaixa, o time não rendia, acumulava goleadas vexatórias e tinha uma das piores defesas do país.

A caminhada começou difícil. Logo de cara, Carpegiani precisou fazer um time, de um amontoado de jogadores que herdou, para encarar Palmeiras e Flamengo. As derrotas por 3x0 para o alviverde no Barradão e por 1x0 para o Flamengo no Maracanã, foram revezes esperados.

Mas, a coisa começou a mudar. Três vitórias seguidas sobre Atlético Mineiro e América Mineiro, além do empate com o Fluminense, no Maracanã e novo triunfo em casa, desta vez sobre o Vasco, devolveram a confiança à torcida e proporcionaram uma ascensão que afastou o leão da zona da degola.

Embora as quatro partidas de invencibilidade sejam notáveis o fator mais importante foi a mudança do sistema defensivo. Com a saída do contestado Kanu e consolidação de Aderlan o rubro-negro conseguiu uma marca, até pouco tempo atrás impensável, de quatro partidas sem ser vazado.

Além disso, Carpegiani rejuvenesceu o time. Jovens como, Lucas Ribeiro, Léo Gomes e Léo Ceará, foram incluídos no time. Antes da chegada do treinador gaúcho, eles sequer integravam o profissional. A mudança é perceptível. Contra o América MG a média de idade da equipe que foi a campo era de 21,8 anos.

Aliada à entrada de jovens, outras mudanças foram promovidas, como a entrada de Ramon, Rodrigo Andrade e Erick, autor do gol do último triunfo do rubro-negro.

Fazendo um recorte somente do segundo turno, o Vitória tem a quarta melhor campanha, com 10 pontos ganhos, sendo superado apenas por Internacional e Santos, com 11 pontos cada e pelo Palmeiras, o melhor time do segundo turno com 13 pontos ganhos. Para manter a boa fase, o Vitória precisará encarar o Ceará, neste sábado (15), no Castelão em Fortaleza, às 16h, pela 25º rodada do certame nacional.

LEIA MAIS:

Operação policial erradica mais de 25 mil pés de maconha no sertão baiano

Notícias: Esportes

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar