publicidade

Radar Cidadão

PLANSERV: há três meses servidor tenta marcar exame e devido a política de cotas não consegue

por Lucas Salles no dia 13 de setembro de 2018 às 09:46
Foto: Reprodução

Você já imaginou estar com um problema de saúde, precisando fazer um exame com urgência e não conseguir marcar em clinicas credenciadas ao seu plano de saúde, porque o mesmo, que você paga com muito sacrifício, adotou um sistema de cotas? É exatamente isso que está acontecendo com o plano de saúde do servidor público do estado da Bahia, o Planserv.

Há três meses, uma idosa de 73 anos, tenta marcar um exame de colonoscopia e não consegue. Segundo o encarregado de transporte e filho da idosa, Marcelo Santana, de 48 anos, o plano de saúde é acionado, mas nunca um retorno positivo é dado. 

"Eu aciono o Planserv para tentar resolver o problema de minha mãe e o que é que eles dizem? Ligue no final do mês. Quando ela liga, não consegue", contou.  

Ele ainda destaca que essa situação aconteceu também com sua filha. A menina estava precisando de atendimento com um psicólogo e seus pais tentaram marcar a consulta por cerca de um ano. Cansados da espera, os mesmos acabaram desistindo de marcar o exame. "Minha filha precisou de psicólogo e eu até desisti de procurar por nunca conseguir atendimento. 

Em tom exausto, Marcelo desabafou: "O Planserv beneficia alguém, menos o servidor.  Essa situação não está acontecendo apenas comigo e sim várias pessoas, em vários exames". 

Política de cotas

Após mudanças adotadas recentemente pela administração, o plano de saúde de limita a quantidade de procedimentos e de cobrar coparticipação dos servidores estaduais. Com essas restrições ao atendimento, os mais de  500 mil beneficiários do plano passam com problemas parecido com o da mãe e filha de Marcelo. 

O Radar da Bahia já entrou em contato com a assessoria do Planserv para buscar um esclarecimento sobre o caso e está aguardando um retorno. 

LEIA TAMBÉM: 

FUNCIONÁRIOS RENDIDOS! Mercadinho em Pernambués é assaltado nesta quinta-feira (13)

 

 

Notícias: Radar Cidadão

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar