publicidade

Saúde & Bem Estar

NOVIDADE! Programa Radar Notícias terá quadro fixo com uma Coach de Relacionamento

por Neison Cerqueira no dia 30 de August de 2018 às 17:46
Foto: William Medeiros

Nenhuma relação é fácil, até porque você lida com outro ser humano que não tem as suas mesmas características. Normal? Pelo menos deveria ser, mas não é o caso de muitas outras tantas pessoas. E para estas pessoas com dificuldades de se relacionar, existe o Coach de Relacionamento. 

Todas as segundas-feiras no programa Radar Notícias, na Rádio Transamérica (100,1), você vai poder contar com esse auxílio. Em entrevista exclusiva ao site Radar da Bahia, a Coach de Relacionamento Danielle Arjones falou com exclusividade e explicou como funciona a profissão. 

Danielle contou o que a levou a ser coachig. "A procura. A demana de pessoas que estavam precisando de ajuda em seus relacionamentos interpessoais era grande e então resolvi me dedicar, especialmente com as mulheres que tem problemas na vida amorosa", revelou. "Procurei um trabalho que contribuísse com a vida da pessoa, um trabalho transformador. A pessoa vive em função dos outros, opinião dos outros e o que a família acha bom, mas não olha pra si. Muita gente no final da vida olha para trás e fica dizendo que a vida passou e não fez o que quis", completou. 

Ser ouvido na essência, ser notado, reconhecido e amado, e ter o direito de errar, são algumas das necessidades básicas do ser humano. Necessidades essas que conseguem ser supridas por meio das relações, sejam elas familiares, de amizades ou afetivas. "Problemas com o chefe, sogra, irmão, filho, desapegar de relacionamento antigo. Acabo trabalhando a vida da pessoa, porque tudo está interligado", explicou.

Durante o bate-papo, Danielle deu uma declaração surpreendente. A maioria dos problemas que faz com que mulheres a procurem é a autoestima baixa. "A maior demanda é em relação a autoestima. As vezes a mulher está com autoestima tão baixa, que se submete a relacionamentos mornos, doentio. [Acha] Que não merece nada melhor, se habitua a isso que está ali. A maioria do caso tem um fundinho de autoestima", revelou, para ressaltar: "Envolve a autoestima, timidez, dificuldade de se expressar e se relacionar com outras pessoas, as vezes os ciúmes". 

O trabalho realizado pela coaching é totalmente ligado aos valores da pessoa. "É importante os valores que a pessoa tem. Ela é bem relacionada, está satisfeita com seu trabalho, mas ela é infeliz e não sabe o porquê. Faço uma busca para descobrir os valores reais dessas pessoas e quando descobre o valor real, é libertador", ressaltou. 

Danielle, que é formada em Direito e também formação de coach fora do país, disse o que os ouvintes e leitores do Radar da Bahia Notícias podem esperar dessa nova parceria. "Vou buscar melhorar a autoestima com ações motivacionais, deixar pensamentos para que as pessoas se questionem, agregar no encontro da felicidade. Trabalho com muitas perguntas e pretendo deixar algumas questões para as pessoas começarem a olhar para si mesmas", garantiu. 

 

LEIA TAMBÉM: 

Dodge pede que Barroso publique acórdão sobre denúncia contra Aécio

Notícias: Saúde & Bem Estar

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar