publicidade

Polemizando

Seja você o responsável pela mudança desse país

por Neison Cerqueira no dia 13 de agosto de 2018 às 16:45
Foto: Divulgação

Ano de eleição. Promessas e mais promessas. Normal, né? Calejados, vivemos num Estado que se diz laico, mas que tiraram nossos direitos, menos o de NÃO VOTAR (amém!). Como entender? Difícil! 

Como formador de opinião, me coube e com prazer, escrever acerca do que nos aguarda do dia 7 de outubro em diante. É o meu, o seu, o nosso futuro que está em jogo e apesar de alguns - eleitos e eleitores - considerarem brincadeira apertar o verde da urna eletrônica, nosso país pode sofrer mais um revés gigantesco, se os candidatos não forem escolhidos com base nos critérios para uma ótima gestão: a responsabilidade com você.

Assisti ao primeiro debate na TV Bandeirantes na última quinta (8), e olha, que nível. Um nível abaixo do pré-sal. Sim. Conseguiram essa proeza.

Alguns candidatos, caricatos até, esqueceram que estavam ali para debater ideias e ideais. Discutir propostas. Questionar os adversários. Entender como A ou B irá administrar o país, que sucumbe nas mãos de corruptos indolentes (me leia, Jair Bolsonaro!). Olha, só não digo que perdi meu tempo por que me rendeu altas gargalhadas. E como rir faz bem...

No resumo da obra, que piada! 

Nível inferior. O estúdio da Band virou um campo de guerra, depois, um palco de igreja (antes que me julguem, não sou intolerante, mas não cabe). Assistir ao debate me fez respirar aliviado, por que na minha condição de formador de opinião, aceito que precisarei pensar e analisar tudo antes de escolher um candidato, para posteriormente exercer minha cidadania.

Iria fazer um ‘Raio X’ básico com base no que vi (meus olhos sofreram, meus ouvidos também, mas como rir, valeu a pena), só que não vai adiantar, mas deixa eu largar o doce para você aqui:

Não vote por achismo. Entenda que você faz parte desse processo de mudança que o país vai passar - é necessário é pra ontem. Escute as propostas. Analise-as. Claro que o cargo maior de Estado, que é a Presidência da República, tem um peso, mas analise MAIS AINDA quem você vai colocar na Câmara Federal, no Congresso Nacional. O mesmo acontece com os votos para o Governo Estadual e a Assembleia Legislativa. 

O Golpe de 2016 deixou muita coisa explícita e não podemos fingir que não enxergamos. Mais que isso: que não entendemos que tudo aquilo foi arquitetado, visando uma única coisa: o poder. Não dê munição para quem nada fará por você. Não seja egoísta, pense pelo todo. Você faz parte do todo. 

Tente enxergar - e sei o quanto vai ser difícil - a tal luz no fim do túnel. Seja você o responsável pela mudança desse país!

 

* Neison Cerqueira é Jornalista, Coordenador de Conteúdo do Radar da Bahia e escreve o que der na teia.

 

LEIA TAMBÉM: 

ABSURDO! Gestante dá à luz em corredor de hospital com ajuda de pacientes

Notícias: Polemizando

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar