publicidade

Economia

Mercado varejista deve ter "aumento tímido de até 5%", indica Fecomércio-Ba

por Mateus Carmo no dia 10 de August de 2018 às 15:35
Foto: Reprodução

Mesmo diante da crise em que os consumidores brasileiros vivem, o mercado varejista aposta que o Dia dos Pais trará bons resultados para o setor. Ainda que lenta, as vendas devem chegar a 5%.  No ano passado, depois de dois anos consecutivos de queda, o comércio de presentes em todo o país aumentou 2,5%, segundo a Serasa Experian.

"Nós entedemos que estamos passando um momento muito difícil na economia, na política, na ética e na moral e, entedemos que o Dia dos Pais é uma data que tem menos movimento que Natal e Dia das Mães", disse o presidente do Fecomércio-Ba, Carlos Andrade. 

Neste ano, em todo país, a data deve movimentar R$ 5,4 bilhões no varejo. A previsão é que as vendas  aumentem de 2,5% em relação à mesma data de 2017, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A  expectativa é que a compra de presentes corresponda a 8,3% de todo o faturamento esperado para o mês de agosto.

Caso se confirme, o avanço pelo segundo ano consecutivo no volume vendido pelo comércio varejista ainda não seria suficiente para compensar as perdas registradas em 2015 (-2,1%) e 2016 (-9,4%). No ano passado, houve um aumento de 3,6% nas vendas.

 

LEIA TAMBÉM:

"Se chegar nas minhas mãos, analiso", diz Temer sobre reajuste do STF

Notícias: Economia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar