publicidade

Bahia

Operação prende suspeitos de matar líder regional do MST em 2013

por Neison Cerqueira no dia 12 de julho de 2018 às 20:50
Foto: Divulgação / MST

A Polícia Civil prendeu nessa quarta-feira (11) quatro suspeitos de matar o líder regional do Movimento Sem Terra (MST), Fábio Santos, assassinado com cerca de 15 tiros, em 2013. 

Por meio da operação “Vaso Salomão”, deflagrada nas cidades de Vitória da Conquista e Nova Canaã, equipes do Grupo Especial de Mediação e Acompanhamento de Conflitos Agrários e Urbanos (Gemacau) e dos departamentos de Polícia do Interior (Depin) e de Inteligência Policial tinham como objetivo, o cumprimento de seis mandados de prisão e 22 de busca e apreensão em diferentes localidades das cidades.

O quatro envolvidos são Délcio Nunes Santos, Arenaldo Novais da Silva, o “Dena”, Márcio Fabiano da Cunha Borges e Neuton Muniz da Silva, todos eles foram presos. Segundo a polícia, eles estão envolvidos no assassinato de Fábio Santos, que ocorreu em 2013. Com as prisões preventivas decretadas, os criminosos localizados foram encaminhados para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista.

Outros dois que também são alvos da operação ainda estão foragidos. São eles: Welder Leonardo Gusmão Amaral e Ricardo Neves de Oliveira. Eles continuam sendo procurados pela polícia. Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos mataram Fábio Santos por causa da atuação dele em defesa da reforma agrária na região. Em 2013, ocorreram outras 34 mortes devido ao conflitos agrários.

 

LEIA TAMBÉM: 

Justiça Federal condena pré-candidato ao Planalto por injúria

Notícias: Bahia

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar