publicidade

Brasil

Anistia Internacional critica "ineficácia e incompetência" de autoridades no caso Marielle

por Mateus Carmo no dia 12 de julho de 2018 às 18:32
Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Nesta quinta-feira (12), a Anistia Internacional no Brasil emitiu um comunicado em que critica as instituições do Sistema de Justiça Criminal Brasileiro por ainda não terem chegado a uma solução dos assassinatos da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL) e do motorista dela Anderson Gomes, que já completou quatro meses.

"Após quatro meses, a não resolução do assassinato de Marielle Franco demonstra ineficácia, incompetência e falta de vontade das instituições do Sistema de Justiça Criminal brasileiro em resolver o caso. É urgente o estabelecimento de um mecanismo externo e independente para monitorar essa investigação", ressaltou Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional.

Werneck solicitou que as autoridades quebrem o silêncio e voltem a se comprometer publicamente a encontrar os responsáveis pelos assassinatos. "A não solução do caso demonstra de forma inconteste a falta de compromisso do Estado brasileiro com seus defensores e defensoras de direitos humanos", afirmou a executiva.

Marielle e Anderson foram assassinados em 14 de março no Estácio, no centro de Rio de Janeiro. Os assassinos dispararam tiros de um carro que seguia a parlamentar.

 

LEIA TAMBÉM:

Homem fica ferido após explosão em casa no Alphaville II

 

Notícias: Brasil
© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar