publicidade

Cidade

PUNIÇÃO? Prefeitura de Salvador anuncia corte de ponto para professores que aderiram à greve

por Débora Oliveira no dia 12 de July de 2018 às 14:14
Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (12), a Prefeitura de Salvador anunciou, que vai cortar o ponto, na folha de pagamento de julho, dos professores da rede municipal que aderiram à greve. 

Segundo a diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Elza Melo, a categoria continuará com as atividades suspensas.

"Vamos continuar o movimento e, quando retomarmos as atividades, vamos repor as aulas e cumprir com os 200 dias letivos previstos por lei. Temos responsabilidade com nosso alunos", afirmou.

A gestão municipal informou em nota, por meio da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), uma proposta de reajuste de 2,5%. Os professores, no entanto, pleteiam um aumento de 12,41%, além do acréscimo de 10% no auxílio-alimentação, progressão de carreira e eleição do diretor escolar.

O impasse nas negociações, segundo a representante do sindicato, está no fato de a proposta da prefeitura não contemplar professores aposentados e os que atuam em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). "Não podemos aceitar uma proposta que não contemple a categoria como um todo", disse.

De acordo com o órgão, o segundo dia de greve, 86% das escolas da rede municipal funcionaram normalmente ou de forma parcial, conforme levantamento feito pela Secretaria Municipal de Educação (Smed). A orientação Smed é que as atividades sejam mantidas nas instituições de ensino.

Segundo o site G1 ao visitar algumas escolas públicas, a maior parte delas estava funcionando normalmente. Das cinco unidades de ensino visitadas, uma estava fechada. As escolas municipais que na manhã desta quinta-feira tiveram as atividades normais foram: Terezinha Vaz (Barbalho), Vila Vicentina (Lapinha), Barão de Rio Branco (Pero Vaz) e Nossa Senhora dos Anjos (Brotas).

Os professores voltam a se reunir em assembleia na próxima terça-feira (17). O encontro, que será realizado no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários, nos Aflitos, vai decidir os rumos do movimento. 

LEIA MAIS

SE LIGUE: câmara paga viagens de deputados do PT para visitar Lula em Curitiba

 

Notícias: Cidade

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar