publicidade

Política

URGENTE! Raquel Dodge pede investigação contra o desembargador Rogério Favreto

por Neison Cerqueira no dia 11 de julho de 2018 às 18:49
Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

A polêmica do habeas corpus concedido ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda rende. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), a abertura de inquérito judicial para investigar Rogério Fraveto, desembargador responsável pela decisão do último domingo (8). Favreto será investigado pelo crime de prevaricação.

Também foi enviado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma reclamação disciplinar pedindo a condenação do desembargador por infração disciplinar. Neles, Dodge afirma que a conduta de Favreto revela “episódio atípico e inesperado que produziu efeitos nocivos sobre a credibilidade da justiça e sobre a higidez do princípio da impessoalidade, que a sustenta”.

Segundo ela, há evidências de que o magistrado agiu movido por sentimentos e interesses pessoais, tendo praticado uma sucessão de atos dolosos contrários a regras processuais que ele bem conhecia, com o propósito de “colocar a todo custo o paciente em liberdade, impulsionando sua candidatura a Presidente da República”.

"As notórias e estreitas ligações afetivas, profissionais e políticas do representado com o réu, cuja soltura ele determinou sem ter jurisdição no caso, explicam a finalidade de sua conduta para satisfazer interesses pessoais e os inexplicáveis atos judiciais que emitiu e os contatos que fez com a autoridade policial para cobrar urgência no cumprimento de suas decisões", diz o documento.

 

LEIA TAMBÉM: 

CAIU! Homem morre em confronto com policiais da Rondesp em Feira de Santana

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar