publicidade

Política

"Crivella errou, mas não merece impeachment", diz Malafaia

por Mateus Carmo no dia 11 de July de 2018 às 17:02
Foto: Lula Marques/Agência PT

Nesta quarta-feira (11), o pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, dise que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB),errou ao reunir pastores na sede do governo para discutir prestação de serviços públicos para fieis.

Entretanto, segundo Malafaia o equívoco não deveria  culminar num impeachment como pretende a oposição do prefeito. A Câmara Municipal carioca vai descutir nesta quinta-feira (12), duas solicitações de impedimento contra o político.

"Para que chamar exclusivamente um grupo de pastores evangélicos? Faltou um pouquinho de inteligência. Faltou fazer política", afirmou o pastor.

Que questionou ainda  em entrevista a Folha de São Paulo. "Mas ele roubou? Comprou com corrupção? Não é um erro dessa magnitude", indagou Malafaia.

Vale ressaltar que  Crivella é Bispo licenciado da Igreja Universal, ele é acusado de prometer privilégios a evangélicos em reunião realizada na última quarta (4) no Palácio da Cidade, uma das sedes da prefeitura. Na ocasião, ele ofereceu ajuda para levar fiéis a cirurgias e para agilizar processos de isenção da cobrança de IPTU das igrejas.

No encontro, ele ainda apresentou aos presentes o pastor Rubens Teixeira, que vai disputar vaga de deputado federal no Rio pelo seu partido e defendeu o voto em evangélicos para "dar jeito nessa pátria".

No entanto, o prefeito nega favorecimento e afirma que teve apenas o objetivo de prestar contas de sua gestão e apresentar aos presentes programas sociais da prefeitura, como cirurgias de catarata, varizes e vasectomia.

"O grupo de trabalho dele precisa melhorar muito ainda", concluiu Malafaia.

Notícias: Política

publicidade

publicidade

© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar