publicidade

Saúde & Bem Estar

Vegetarianismo melhora bem-estar emocional e previne câncer

por Débora Oliveira no dia 09 de julho de 2018 às 17:02
Foto: reprodução

A dieta baseada no consumo de alimentos vegetais vem ganhando novos adeptos a cada dia. De acordo com os dados do Ibope Inteligência, já são quase 30 milhões de vegetarianos no país mais de 17% estão no Nordeste. Esse mercado, inclusive cresceu 40% nos dois últimos anos.

Foi-se o tempo em que os vegetarianos só comiam salada e batata-frita nos restaurantes e não tinham onde comprar produtos de origem vegetal. Mais do que um hábito alimentar, deixar de consumir carnes vermelhas traz diversos benefícios para o bem-estar físico e emocional dos seres humanos. 

De acordo com especialistas e adeptos do vegetarianismo, uma dieta sem carnes equilibrada ajuda na melhoria do sono, influencia diretamente na disposição física das pessoas, fortalece a pele e o cabelo e pode prevenir doenças como diabetes e câncer. 

“O vegetarianismo vem crescendo a passos largos. Há uma tendência cada vez mais forte por novas filosofias de vida. O intestino integra e o cérebro são órgãos estritamente conectados. Quando você come a proteína animal, desenvolve uma bactéria ruim e isso influencia na produção da serotonina, que produz a sensação de bem-estar. Essa sobrecarga do intestino pode gerar tumores”, alerta a nutricionista baiana Andrea Burgos, que é membro da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB). 

Ou seja, além de ter uma melhor absorção dos nutrientes, vegetarianos garantem uma sensação de leveza, um sono bom, conseguem aliviar o estresse, equilibram a insulina e também a produção de células. 

LEIA MAIS

O pega-pega do judiciário: quem pode mais?

Notícias: Saúde & Bem Estar
© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar