publicidade

Saúde & Bem Estar

Anvisa suspende lote de medicamento que trata HIV

por Neison Cerqueira no dia 07 de julho de 2018 às 12:20
Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu neste sábado (7), o lote 17080002, do Lafepe Zidovudina. A substância antivirótica sistêmica é indicada como preferencial no tratamento de pacientes com síndrome de imunodeficiência adquirida e também com o complexo relacionado com a síndrome de imunodeficiência adquirida, causados pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV).

De acordo com o jornal O Globo, o laboratório reponsável por fabricar o produto, Lapefe, informou ter identificado a presença de partículas estranhas no medicamento e comunicou à Anvisa que está fazendo o recolhimento do lote, que tem data de fabricação 09/2017 e validade até agosto de 2019. As demais unidades do produto estão liberadas.

Além desse medicamento, também está suspenso o lote B16L1470, com validade até novembro de 2018, do medicamento Heclivir (aciclovir), 200mg, comprimido. O produto, fabricado pela Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica, é indicado para herpes zoster, no tratamento e recorrência das infecções de pele e mucosas pelo herpes simples, na prevenção de infecções recorrentes por herpes simples (supressão).

Diante dessas determinações da Anvisa, o Laboratório Central de Saúde Pública do Distrito Federal identificou problemas nos ensaios e nos rótulos ao fazer a análise do medicamento. A fabricante é obrigada a recolher o produto dos estoques.

 

LEIA TAMBÉM: 

Mais de 160 mil contribuintes serão contemplados com o 2º lote de restituição do IR na Bahia

Notícias: Saúde & Bem Estar
© Copyright 2018 - Radar da Bahia - Grupo Radar